“o Brasil é leniente com a desídia”

Ontem, fazendo uma busca pelas jurisprudências do TCU, acabei me deparando com um trecho muito interessante de um acórdão. Quem dera todos os Ministros de Tribunais Superiores, Desembargadores, Juízes, Procuradores e Promotores tivessem a mesma postura do exímio Ministro Augusto Sherman Cavalcanti daquela egrégia Corte.

TCU – Acórdão 3.854/2009 – Primeira Câmara:

É preciso mudar profundamente a cultura de descaso com a gestão de verbas públicas, infelizmente hoje reinante, subproduto de uma cultura de impunidade deveras arraigada em nossa Administração Pública. De fato, o Brasil é leniente com a desídia, com a negligência, com a incompetência para bem gerir os recursos públicos, quando o que precisamos é justamente de rigor. A sociedade brasileira reclama, com toda razão, da absoluta falta, como regra geral, de qualidade da gestão pública.
É preciso inverter a postura do gestor público, o qual deve ter presente o tempo todo a preocupação de bem gerir. Isso é respeito com a sociedade que suporta pesadíssima carga tributária e, mais que respeito, é postura indutora de qualidade. Se o gestor está desde o início preocupado em agir corretamente, com muito maior probabilidade sua gestão será boa e correta.

Isso não serve de exemplo apenas para os altos cargos de Poder que citei acima, deve ser exemplo para todo e qualquer cidadão brasileiro, servidor público ou não! Precisamos mudar essa cultura mesquinha e podre com aquilo que é coletivo!!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s